Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavras de Sabedoria

Apenas há Um acima de toda a sabedoria...

Palavras de Sabedoria

Apenas há Um acima de toda a sabedoria...

Por amor...

Certo dia realizou-se um encontro mundial dos maiores líderes religiosos mundiais Cristãos. Nele participavam todas as referências mundiais de todas as denominações cristãs, fossem líderes, escritores, músicos ou qualquer um considerado como ícone de uma vida realmente cristã. Durante um dia foram abertas as portas ao público e milhares de cristãos de todo o mundo puderam assistir ao vivo e milhões pelos meios de comunicação social em directo.

Um dos líderes ali presente dirige-se ao palanque e começou a discursar de uma forma entusiasmada:

"Certo dia abateu-se um terramoto sobre uma grande cidade. O terramoto era de tal forma violento que todos os edificios começavam a ruir. A cidade era conhecida como uma cidade de pecado e, talvez por isso, tudo isto tenha ocorrido nesta cidade. No entanto, chegou-nos o relato de alguém que nos momentos de maior aflição ergueu os seus olhos ao céu e orou a Deus da seguinte forma:

- Pai, Tu sabes que eu te amo, eu sei as tuas promessas, eu sou justo Senhor. Eu sei que esta é uma cidade de pecadores... ainda que toda a cidade seja destruída, em ti confio e a minha casa não será abalada!

Fotografos de todo o mundo puderam comprovar: a casa ainda se encontra em pé e tudo ao seu redor foi completamente destruído pelo terramoto. Milhares morreram, tudo foi arruinado, mas a casa daquele verdadeiro cristão cheio de fé ficou de pé e ele saiu ileso!"

Os milhares ali presentes começaram a exultar e os milhões a assistir em directo em vários países a comemorar tão grande feito. Todos comentavam entre si: "Grande exemplo de fé" ; "Grande cristão" ; "Isto sim, é viver com um coração correcto."

No meio da confusão, um jovem aproximou-se do palanque e começou a falar. Ninguém teve coragem de o impedir e por instantes fez-se um silêncio ensurdecedor. Ninguém conhecia o jovem, ninguém sabia o que ele iria dizer, todos ficaram em grande expectativa.

"Numa pequena aldeia onde eu vivo outrora viveu alguém que lá se instalou com o intuito de nos revelar a Palavra de Deus. A minha aldeia sempre foi pagã e, embora todos já tivessem uma ou outra vez ouvido o que o missionário tinha para dizer, continuavamos a ignorar e a viver como se nunca tivessemos ouvido uma só palavra. Ainda assim aquele homem continuava firme e sempre com alegria tinha algo novo para nos dar.

Certo dia uma tempestade assolou a minha aldeia. Foi uma tempestade sem igual, como nunca antes tinha sido vista por aquelas bandas. Sendo a minha aldeia uma aldeia muito humilde, as casas de madeira e telhado de colmo começaram a dar de si. Foi então que ouvimos o missionário a orar dentro de sua em casa em voz tão alta e convicta que, mesmo com tempestade, nos era possivel ouvir.

- Senhor, eu já conheço a Tua palavra e Tu conheces o meu coração. Cumpre a Tua vontade na minha vida acima de qualquer coisa, a Ti eu me entrego. Mas Deus, com todo o meu coração e com todas as minhas forças eu Te peço: ainda que a minha casa seja destruída, poupa esta aldeia, eles ainda não Te conhecem verdadeiramente, a Tua obra não está completa neste lugar. Traz a luz a este lugar...

Foi então que se abateu um raio sobre a casa do pregador e no mesmo instante toda a habitação (que era de madeira e colmo) começou a arder de forma tão intensa que nos foi impossível sequer tentar fazer alguma coisa para salvar aquele homem. No mesmo instante a tempestade parou e em breves instantes o Sol voltou a brilhar. Grande temor assolou todos os nossos corações e no mesmo instante um por um saiu da sua habitação, caiu com os joelhos sobre a terra molhada e aceitou Jesus como Senhor e Salvador.”

O silêncio manteve-se em toda a sala e por todo o mundo todos os que assistiram e ouviram não balbuciaram palavra.

- por João Costa -

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D